>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




PRINCIPAL * EDUCAÇÃO SEXUAL

 

FotoEducação sexual com  Zenilce Bruno

Zenilce Vieira Bruno é Pedagoga e Orientadora Educacional, Psicóloga Clínica e Psicodramatista, Especialista em Adolescência, Psicoterapeuta de Adolescente, Casal e Família, Especialista em Sexologia, Terapeuta Sexual e Educadora Sexual, Formação em Neurolinguística, Membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana, Professora do Curso de Especialização em Adolescência da UFC, Professora do Curso de Especialização em Psicologia da Adolescência da UNIFOR, Consultora, Colaboradora e Colunista dos Meios de Comunicação sobre Adolescência e Sexualidade Humana.

zenilcebruno@uol.com.br

Reinventando a felicidade

Postado em 02-12-2013

Com frequência, deparamos com momentos em que nos damos conta de que já não somos mais os mesmos de antes. Algo mudou. Muda sempre. Algo muda em nós quando nos permitimos, quando autorizamos nosso ser a rever suas bases de sustentação. Muda quando nos deixamos atingir, quando podemos ser afetados por leituras, filmes, ocorrências, conversas, reflexões, que podem ser marcos de um outro tempo, de um novo modo de ser e estar no mundo.

É quando estamos afetados pelo que está aí, que primeiro nos transformamos, e depois podemos transformar o mundo, a realidade que nos cerca. Pegamos carona nos fatos, e com eles, e através deles, mudamos o que há em nós e em torno de nós.

Somos uma cultura que postula um prazer sem limites, uma satisfação de todos os desejos como meta de felicidade. São enganosas essas promessas. Na verdade, acostumamo-nos com a busca de prazeres que funciona como tapa-buraco da inquietação imediata que é gerada em nós pela falta.

Que tal sairmos da posição de mero espectador e aventurarmo-nos a fazer viagens pelos caminhos da própria construção pessoal e possibilitar emergir em nossos espíritos adormecidos o sabor de uma coisa que não está aí, algo que submerge dentro de cada um. Cada um processa, em seu percurso, uma reinvenção ética de si mesmo, que se compreende no compromisso de pensar de outro modo a vida e a relação com os semelhantes.

Aristóteles dizia que “não pode ser feliz quem passa a vida dormindo ou não fazendo nada”. A felicidade estaria em fazer alguma coisa, mas não necessariamente a ação em si, mas o fato de nela colocarmos nossas melhores qualidades, através das quais nos sobressaímos. Trata-se, pois, não apenas de trabalho, mas da realização em si. Outra dimensão curiosa é apontada por Sponville: “A esperança de ser feliz não nos ajuda a sê-lo”. Ou na brincadeira de Woody Allen “como eu seria feliz se fosse feliz”.

Assim, quando esperamos ser felizes é que nos separamos da felicidade. O desejo de ser feliz é a própria falta da felicidade. Estamos separados da felicidade pela esperança de tê-la. Em geral, é assim que fazemos. Esperamos como a criança espera ser feliz no Natal, quando casar, quando emagrecer, no próximo ano.

Cada um de nós tem o dever peculiar de empenhar-se na melhoria de si, da própria vida e da vida em seu redor, do mundo que se faz em seus dias, do outro com quem se vive, da cultura que se constrói a partir do que se planta. Se cumpríssemos esse dever, já teríamos um grande resultado na convivência humana.

Contudo, essa mudança virá se formos capazes de ver além do nosso próprio umbigo e sairmos do comodismo e da espera. É hora de nos perguntarmos o que estamos fazendo da vida que temos nas mãos. Que páginas da história queremos deixar escritas com nossas ações?

Na orgia de consumismos, banalizações e celebridades não há dignificação do existir. Ou encontramos isso em nossa coragem de ser, ou corremos o risco de sermos páginas viradas que não deixam saudades em nenhum leitor.

Fonte: jornal O Povo - 02/12/2013


| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 |    Próxima | Última página

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL