>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




PRINCIPAL * EDUCAÇÃO SEXUAL

 

FotoEducação sexual com  Zenilce Bruno

Zenilce Vieira Bruno é Pedagoga e Orientadora Educacional, Psicóloga Clínica e Psicodramatista, Especialista em Adolescência, Psicoterapeuta de Adolescente, Casal e Família, Especialista em Sexologia, Terapeuta Sexual e Educadora Sexual, Formação em Neurolinguística, Membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana, Professora do Curso de Especialização em Adolescência da UFC, Professora do Curso de Especialização em Psicologia da Adolescência da UNIFOR, Consultora, Colaboradora e Colunista dos Meios de Comunicação sobre Adolescência e Sexualidade Humana.

zenilcebruno@uol.com.br

Eros e Psiquê

Postado em 03-09-2012

Psiquê era uma princesa grega, de tão rara beleza, que atraía os olhares de todo os habitantes que por ela passavam. Isso despertou a cólera de Vênus, que se sentiu desprestigiada pelo fato de o povo encantar-se com este novo prodígio da beleza. Ninguém mais lhe rendia louvores e seus templos andavam vazios de fiéis adoradores. 

Ciumenta de seu status de deusa da beleza, Vênus manda à Terra seu filho Cupido, o deus Eros, para castigar a mortal Psiquê. Eros, porém, apaixona-se por ela e a desposa. Indignada, Vênus planeja os tipos de suplícios que irá infligir, e submete Psiquê a duras penas, provas amargas, trabalhos acima de sua capacidade. São tão grandes os tormentos que ela só consegue superá-los com a ajuda de Eros. Essa bela e atormentada figura de Psiquê é a representação de nossa alma humana.

É sobre essa “alma” humana que se debruçam os profissionais de Psicologia. Para alcançá- la, compreendê-la, faz-se necessária uma capacidade de escuta, que ultrapassa as fronteiras do simples ouvir os sons das palavras. Escutar é muito mais que isso. É tentar alcançar nessa alma, inquieta e maravilhosa, a dimensão da dor que carrega, a intensidade da alegria que experimenta, a ânsia de crescimento que lhe provoca, ou a inquietação existencial que lhe angustia.

O que podem as palavras diante de uma lágrima? Ouvir assim possibilita alcançar o não dito, ou o impossível de dizer. É uma escuta paciente mas ativa, que flua e tece, que aguarda o instante possível, que não se antecipa em soluções apressadas, que não anuncia nenhum saber, que não dá conselhos. Ela produz seu efeito na medida em que, ao flutuar, junta partes fragmentadas, e possibilita ao outro, elaborar sua dor, seu projeto, seu inferno ou paraíso emocional.

A junção de Eros e Psiquê, amor e alma, sugere que a alma humana pode superar seus tormentos através do cuidado amoroso. Sugere também aos profissionais psicólogos que a arte de escutar deve ser feita com amor, competência e cuidado. As resultantes dessa escuta para o outro podem ser a busca de encontrar-se, de ser ele mesmo, de superar o que lhe impede de acolher-se como humano que é: belo e transtornado.

Para fazer bem isso, é preciso amar o que se faz. O homem contemporâneo clama por ser ouvido, escutado, alcançado e acolhido nessa junção que o faz maravilhoso e inquieto. A alma do povo, cujos gemidos surdos se fazem notar nos sintomas da doença, da fome, da miséria e da violência, quer ser ouvida com consideração, justiça e respeito.

O mundo precisa de novos paradigmas de convivência. Precisa de ouvidos escutantes e não ensurdecidos aos apelos da vida e da dignidade humana. O planeta pede socorro para sobreviver, precisa ser ouvido em suas ordenações ecológicas. São plurais as necessidades de escuta! Urge escutar os apelos da alma de nosso tempo. Escutar é um antídoto contra o descuido. Dia 27 de agosto é dia do psicólogo. Parabéns aos colegas escutadores.

 

Zenilce Vieira Bruno

zenilcebruno@uol.com.br

Psicóloga, sexóloga e pedagoga


| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 |    Próxima | Última página

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL