>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

A+   A -

21-12-2017

Premiados projetos do Concurso Nacional de Ideias para o Parque do Cocó


Projetos arquitetônicos com o intuito de tornar o Parque Estadual do Cocó uma referência para o Brasil e para o mundo.

 Projetos arquitetônicos com o intuito de tornar o Parque Estadual do Cocó uma referência para o Brasil e para o mundo, com espaço para lazer, gastronomia e educação ambiental. Esse é o objetivo do Concurso Nacional de Ideias, lançado oficialmente em julho deste ano, que teve a solenidade de premiação realizada nesta quarta-feira (20), com a presença do governador Camilo Santana. Na ocasião, também foi formalizado o recebimento do Parque Adahil Barreto, que passa a ser gerido pelo do Governo do Ceará, e foi inaugurada a reforma do Complexo Poliesportivo do Parque, que teve um investimento de R$ 163 mil.




O governador, que assistiu às apresentações dos projetos contemplados, se disse satisfeito com os resultados e garantiu empenho para a continuidade das ações no parque. “Fiquei impressionado com os projetos e já estou sonhando como eles vão ficar quando realizados. A regulamentação do parque foi apenas o início do processo. O desafio por ter ampliado a extensão para garantir o desenvolvimento sustentável é contínuo. Queremos um patrimônio que se relacione com a cidade, com as pessoas, para que possamos protegê-lo e termos como um ponto de referência para a economia, possa atrair turistas, para que as pessoas tenham o Cocó como identidade de Fortaleza. Temos R$ 50 milhões para começar as obras e vamos ainda orçar cada projeto contemplado. Agradeço ao prefeito Roberto Claudio por incluir o parque Adahil Barreto nesse grande empreendimento”.


O Concurso Nacional de Ideias foi promovido pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-CE). A equipe classificada em 1º lugar é de São Paulo-SP, da arquiteta e urbanista Marina Mange Grinover. Na segunda posição, de Fortaleza-CE, ficou Ricardo Henrique Muratori de Menezes. Em terceiro, de Belo Horizonte-MG, Alexandre Brasil Garcia. A Comissão Julgadora fez também menção honrosa ao trabalho de Gabriela Tie Nagoya Tamari, de São Paulo-SP. Os trabalhos serão expostos publicamente entre 11 de janeiro e 12 de março de 2018.



O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, falou da ação integrada de poderes para que todo esse projeto se tornasse realidade. “É um prazer muito grande o Parque do Cocó recebê-los nesse momento histórico. O governador Camilo Santana, como bom ambientalista, determinou que uma das suas prioridades seria a regulamentação do parque. E ele lançou um concurso de ideias, junto ao IAB, que fez um ótimo trabalho e os arquitetos escolheram, entre belíssimos projetos, três, que hoje estão recebendo a remuneração. Vale lembrar que só foi possível regulamentar o Cocó graças à bela parceria com a prefeitura de Fortaleza, o envolvimento de vários órgãos do Estado, órgãos federais e a participação da sociedade”.


Representando o Ceará entre os premiados, Ricardo Henrique Muratori de Menezes destacou o esforço para garantir a merecida projeção do Parque do Cocó. “Nos sentimos extremamente alegres por termos sido a única equipe local contemplada. Resultado de um trabalho de quatro meses que investimos, pesquisamos, desenhamos, estamos honrados. O conceito básico do nosso projeto pode ser resumido em uma frase: ninguém gosta e protege algo que não conhece. A ideia é dar à cidade visibilidade ao parque, por isso a importância da captação de público. O que a cidade conhece é só a franja, o perímetro do parque. O projeto tende a resgatar uma série de grupamentos que hoje estão inviabilizados como um todo, valorizando o ecossistema”.



O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, participou do ato simbólico da administração do Parque do Cocó para o Governo do Ceará e parabenizou a medida. “Reconheço a iniciativa iluminada para garantir um sonho antigo da cidade que era a regulamentação do Parque do Cocó. Isso envolveu um esforço hercúleo, que envolvia vários entraves, para além da decisão política. Como cidadão de Fortaleza e residente do Cocó, parabéns a todos os envolvidos no projeto. Tivemos a preocupação de entregar o parque zelado, fizemos algumas reformas, e quero também parabenizar pelo Concurso de Ideias, pois vi lindos projetos, com tamanhos estudos e pesquisas para chegarmos a esses produtos”.


O concurso


O Concurso Nacional de Ideias para o recém-regulamentado Parque Estadual do Cocó foi lançado oficialmente em julho deste ano, no Centro de Referência do equipamento, pelo governador Camilo Santana. As intervenções devem ocupar 17 áreas degradadas com equipamentos de esporte, lazer, contemplação e educação ambiental. A proposta vencedora recebeu R$ 80 mil, sendo R$ 50 mil para a segunda e R$ 25 mil para a terceira.


Os membros titulares da Comissão Julgadora avaliaram 18 trabalhos de todo o Brasil entre os dias 23 e 25 de novembro de 2017, reunidos no Comfort Hotel, em Fortaleza. A análise dos projetos recebidos selecionou as três melhores propostas urbanísticas, paisagísticas e arquitetônicas, conforme determina o Edital do certame.


Os trabalhos serão expostos publicamente entre 11 de janeiro e 12 de março de 2018.



Regulamentação do Cocó


No último dia 4 de junho, o governador Camilo Santana concretizou o que era um sonho de 40 anos: a regulamentação do Parque do Cocó. A assinatura do decreto que tornou o parque uma Unidade de Conservação de Proteção Integral. Com a demarcação, 1.571 hectares tornaram-se área de preservação do meio ambiente, indicando, além disso, que o espaço deve ser de posse e domínio público.


A atual área é cerca de 15 vezes maior que o embrião do bosque, o Adahil Barreto — denominado parque em 1983 após decreto municipal, com área de 10 hectares; 7 vezes maior que o Parque Ibirapuera, em São Paulo, e 4,5 vezes mais extenso que o Central Park, em Nova Iorque.

Fonte: Governo do Estado

Reporter : Thiago Sampaio

Foto: Tiago Stille

 

Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

02-02-2018 População do Ceará será beneficiada com 40 novas Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral

31-01-2018 Abertas as inscrições para a seleção ao Curso de Mestrado Profissional em Educação 2018

23-01-2018 Fiocruz e Secitece trazem a Fortaleza a exposição ‘Aedes: que mosquito é esse?’

23-01-2018 Sema passa a realizar perícia de incêndios florestais em Unidades de Conservação

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2018. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL