>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

A+   A -

17-12-2017

Comunidade no entorno do rio Cocó conhecem proposta do governo de regulamentação do Parque


O Governo do Ceará trabalha para regulamentar, definitivamente, o Parque Estadual do Cocó, buscando proteger e conservar os recursos naturais existentes.

Pretende-se, com isso, recuperar e manter o equilíbrio ecológico necessário à preservação da fauna e flora terrestre e aquática e propiciar condições para o desenvolvimento de atividades de educação, recreação, turismo ecológico e pesquisa científica naquela Unidade de Conservação.



A criação do Parque também objetiva proporcionar o contato direto da população com o ambiente natural, envolvendo-a nas suas ações de preservação e controle, despertando o espírito conservacionista da sociedade. Além das audiências públicas ocorridas no Ministério Público Federal, na Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal, foram realizadas oito reuniões com as comunidades residentes no entorno do rio Cocó, a fim de apresentar a proposta do Governo Estadual de delimitação. Na próxima sexta-feira (27), o secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, estará na Sabiaguaba, às 18h, realizando nova audiência sobre o projeto Cocó. E no dia seguinte, às 14h30, haverá evento semelhante no Centro de Referência do Cocó, com comunidades da Praia do Futuro, Cidade 2000 e Tancredo Neves.




As reuniões



As reuniões conduzidas pelo assessor técnico da SEMA, Leonardo Borralho, ocorreram na semana passada, de 17 a 20 de maio nos seguintes locais:



 


- 1- (17/05 manhã) - Comunidades Barreiros - M. Dias Branco - Cidade 2000 - Sítio Olho Dágua – Local: debaixo do Jamelão na Rua L (entorno do Pesque e Pague);

 


rMDiasBranco02


 

 


- 2- (17/05 tarde) - Comunidades Tasso Jereissati - Tancredo Neves – Local: Associação COTAN – Comunidade Tancredo Neves;

 


rTASSO JEREISSATITANCREDO NEVES02


 

 


-3- (18/05 manhã) - Comunidade Padre Cícero (antigo Cordeiro) - Local: debaixo da Castanholeira da Rua Siqueira Campos (Alto da Balança);



rPadreCiceroCordeiro0 style=

 


- 4- (18/05 tarde) - Comunidade Terra Prometida II - Casa de Farinha - Local: debaixo do Cajueiro entre a rua Jamaica e a Estrada do Cajueiro;





rTerraPrometida02


 

 


- 5- (19/05 manhã) - Comunidade do Caça e Pesca (foz) - Local: Barraca do Hélio, na Rua Antônio Pedro Campos;



 rCacaePesca0 style=


 

 


- 6- (19/05 tarde) - Comunidade do Dendê – Edson Queiroz (Baixada) – Local: Igreja Assembleia de Deus, na rua Hélio Ferreira Oriá, 301;


 rDende0 style= 

 


- 7- (20/05 manhã) - Comunidades no entorno do Zé do Mangue / Cidade Ecológica - Local: Restaurante Zé do Mangue, situado na rua Tancredo de Sousa Carvalho;





rZedoMangue0 style=

 


- 8- (20/05 tarde) - Comunidade da Sabiaguaba – Local: Em frente à Barraca Sabiaguaba Park, na Rua Valdevino.





rSabiaguaba02

A proposta



O secretário Artur Bruno defende a proposta de criação de uma Unidade de Conservação, no modelo mosaico, na bacia do Cocó, que pretende criar uma rede de áreas protegidas de 2.907,44ha. Ele ressaltou a ampla disposição para o diálogo do governo. “Estamos ouvindo todas as entidades e comunidades interessadas, no sentido de formatarmos a proposta mais democrática possível”, explicou.



Pelo projeto do governo, o Parque do Cocó terá 1.056ha. A proposta cria ainda três Áreas de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) – Dunas do Cocó, do Rio Cocó e das Dunas da Cidade 2000 –, que somadas a mais quatro unidades de conservação municipais – Parque Adahil Barreto, Área de Preservação Ambiental (APA) da Sabiaguaba; Parque Natural de Sabiaguaba e ARIE Municipal Dunas do Cocó –, vão compor um mosaico de áreas protegidas que somam 2.907ha. São 1.373,64 hectares de novos territórios especialmente protegidos, criados pela gestão estadual, sendo 1.056,22ha de Parque. Será um dos maiores parques urbanos de todo o mundo, superando o Ibirapuera, em São Paulo (221ha), e o Central Park (341ha), em Nova York.



O Rio Cocó nasce na vertente oriental da Serra da Aratanha (APA da Serra da Aratanha) e nos seus 42,5 km de percurso passa por três municípios, Pacatuba, Maracanaú e Fortaleza, para desaguar no Oceano Atlântico, nos limites das praias do Caça e Pesca e Sabiaguaba.



 

Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

11-12-2017 Ceará muda regras para combate e prevenção a incêndios florestais

11-12-2017 Ceará será o 3o estado do Brasil a implantar logística reversa de embalagens de agrotóxico

21-11-2017 “Viva o Parque Botânico” lançado neste domingo

14-11-2017 Seminário celebra 20 anos do Parque Estadual Marinho da Pedra da Risco do Meio

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL