>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




PRINCIPAL * CURSOS DE ATUALIDADES * Oriente Médio e Norte da África
Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro


Atualidades
15-04-2014
Sudão do Sul

A+   A -


01. ASPECTOS GEOGRÁFICOS

Sudão do Sul ou Sudão Meridional (oficialmente República do Sudão do Sul) é um país encravado localizado no nordeste da África. Tem esse nome devido à localização geográfica, ao sul do Sudão. Além da divisa com o Sudão ao norte, o Sudão do Sul faz fronteira a leste com a Etiópia, ao sul com o Quênia, Uganda e República Democrática do Congo e a oeste com a República Centro-Africana.

O Sudão do Sul conquista a in¬dependência em 2011, após meio século de guerra civil com o Sudão, que deixa mais de 2 milhões de mortos. Na raiz do conflito estão políticas que marginalizam o sul, aliadas à diferenças humanas e geográficas marcantes. O norte é majoritariamente árabe e islâmico, enquanto o sul é habitado por grupos animistas e cristãos. O desértico norte (exceto no fértil corredor onde corre o rio Nilo) contrasta com a exuberância do sul, recoberto por savanas e florestas tropicais. De Clima tropical, o Sudão do Sul é uma das nações mais pobres do mundo. Tem uma área de 644.329 km².

O que é hoje o Sudão do Sul era parte do Sudão Anglo-Egípcio e tornou-se parte da República do Sudão, quando ocorreu a independência deste em 1956. Após a Primeira Guerra Civil Sudanesa, o sul do Sudão tornou-se uma região autônoma em 1972. Esta autonomia durou até 1983. A Segunda Guerra Civil Sudanesa desenvolvida anos depois, resultou novamente na autonomia da região, através do Tratado de Naivasha, assinado em 9 de janeiro de 2005 no Quênia, com o Exército Popular de Libertação do Sudão (SPLA/M). Em 9 de julho de 2011, o Sudão do Sul tornou-se um estado independente. Em 14 de julho de 2011, o Sudão do Sul tornou-se um Estado membro das Nações Unidas (ONU). O país entrou para a União Africana em 28 de julho de 2011.

O Sudão do Sul, também chamado de Novo Sudão, é uma República presidencialista com Poder Legislativo unicameral – Assembleia Nacional, com 170 membros suportados pela Constituição de 2011 (ainda transitória). Tem uma população de 11,3 milhões (2013); nacionalidade é sul-sudanesa. A população é composta por árabes sudaneses (39%), grupos étnicos autóctones (58%- principalmente os bejas). Inglês e árabe são línguas oficiais, porém persistem algumas línguas regionais. O cristianismo lidera com 60,5% (católicos 49,1%, anglicanos 14,4%, protestantes 10,8%, outros 0,9% – dupla filiação 14,7%), crenças tradicionais 32,9%, islamismo 6,2%, agnosticismo e ateísmo 0,4%. Possui quase todos os seus órgãos administrativos em Juba, a capital, que é também a maior cidade, considerando a população estimada de 368.436. Apesar de ser rico em petróleo, o Sudão do Sul é um dos países mais pobres do mundo, com altas taxas de mortalidade infantil, e um sistema de saúde considerado um dos piores do mundo. Em termos de educação somente 27% da população acima dos 15 anos sabe ler e escrever, chegando a 84% o índice de analfabetismo entre as mulheres e boa parte das crianças não frequentam unidades escolares.

[+] Confira o arquivo completo aqui

Compilação feita a prtir de:

- Almanaque Abril 2014, 40ª ed. São Paulo: Ed. Abril, 2014.

- Atlas National Geografic - Africa I, São Paulo: Ed. Abril, 2008.

- AQUINO, JACQUES, DENIZE, OSCAR. História das Sociedades: das sociedades modernas às sociedades atuais, 32ª Ed. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1995.

- http://www.wikipedia.org

Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL