Fortaleza: uma breve história

|| Postado por Artur Bruno em 25-04-2012

Ainda como parte das comemorações pelo aniversário de Fortaleza, comemorado no último dia 13 de abril, lançamos a nova edição do livro Fortaleza uma breve história



(...) “Fortaleza: uma breve história”, escrito em parceria com o professor e historiador Airton de Farias. O livro, editado pela Fundação Demócrito Rocha, traz de forma reduzida a história da nossa cidade, desde sua fundação, passando pela elevação à condição de vila, em 13 de abril de 1726, até os dias atuais.

Para além das divergências históricas – já que os estudiosos se dividem entre os que acreditam que a fundação da cidade está ligada a Matias Beck e aqueles que acreditam no surgimento a partir das inserções do português Martim Soares Moreno –, o fato é que Fortaleza surgiu marcada pela pobreza, com problemas relacionados ao clima e ao solo e, em especial, com a falta de interesse comercial de Portugal.


Mesmo depois de se tornar vila, Fortaleza não passava de um aglomerado sem sustentação econômica e sem expressão política. Somente com a separação da capitania do “Siará” de Pernambuco (1799), atrelado ao desenvolvimento do comércio exportador algodoeiro é que Fortaleza começou a criar condições econômicas para se tornar, na metade do século XIX, o principal núcleo urbano do Ceará. Apenas em 1823, Fortaleza foi alçada à condição de cidade.


A chamada Belle Époque, onde os ideais e ícones da cultura francesa foram espalhados por Fortaleza, tratou de acentuar também as desigualdades sociais. Essa situação foi ainda mais agravada com a seca de 1877/1879, fazendo com que milhares de sertanejos migrassem para a capital.


O início do século XX, trouxe à cidade alguns símbolos da modernidade, como o primeiro automóvel, as primeiras fábricas, os bondes elétricos e a energia elétrica. No entanto, os problemas também se agravaram, sobretudo ligados ao início do processo de favelização de algumas áreas da cidade.


O que demonstra que alguns dos mais graves problemas enfrentados hoje já remontam de épocas muito mais distantes. E continuam a exigir do poder público uma atenção redobrada, sobretudo no que se refere à mobilidade urbana e à melhoria dos indicadores relacionados à educação, saúde e habitação.


Não se pode negar os grandes avanços obtidos na atual gestão. Mas é preciso avançar. Problemas graves como o trânsito e a melhoria da qualidade da educação e da saúde só serão resolvidos de maneira razoável e efetiva com ações de planejamento a curto, médio e longo prazos. Planejamento é a palavra-chave para que Fortaleza avance e se desenvolva cada vez mais.


Artur Bruno – professor e deputado federal


| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |    Próxima | Última página

PERFIL

Artur Bruno é professor e deputado federal pelo PT-CE. Atualmente é primeiro vice-presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. Já foi deputado estadual por quatro mandatos consecutivos e vereador de Fortaleza por outros dois. É casado com Natercia Rios e pai de Marina e Mayara.

Site oficial: www.arturbruno.com.br

ARQUIVO

Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Deputado Federal Artur Bruno - PT Ceará
Av. Desembargador Moreira, 2001 Salas 501/502, Dionísio Torres - Fortaleza/CE
Anexo 3 - Gabinete 467 - Brasília/DF

Telefones: (85) 3055-0968 | (61) 32155467
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação do mandato e TEIA DIGITAL