Rui Falcão: PT se prepara para definir tática eleitoral e política de alianças

|| Postado por Newton Albuquerque em 14-08-2011

Presidente comenta sobre eleições, alianças e Modo Petista.



 

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, em entrevista ao Portal do PT falou sobre a preparação do partido para as eleições municipais de 2012, que foi um dos temas prioritários da reunião do Diretório Nacional no último dia 5, no Rio de Janeiro.

“Nós acabamos de concluir na última reunião do diretório nacional o levantamento de 117 cidades com mais de 150 mil eleitores e vamos prosseguir nesse levantamento em outras cidades, inclusive em prefeituras governadas pelo PT. Este primeiro levantamento nos dá as coordenadas de onde o PT tem mais condições de disputa, quem são nossos principais adversários, quem tende a ser nossos principais aliados. Então este foi o primeiro grande passo que permite formular os primeiros elementos de definição da tática eleitoral e da política de aliança. Isso será, agora, finalizado no Congresso do PT, de 2 a 4 de setembro”, afirmou.

Rui Falcão destacou a importância das viagens aos Estados e dos contatos que tem feito com dirigentes e militantes petistas, além de aliados políticos, para discutir as possibilidades eleitorais nos municípios.  “A nossa viagem aos estados também é um componente para a preparação do PT para as eleições, há muita animação, muita conversa, muito diálogo. Recentemente,  nós estivemos no Rio e fechamos um acordo com o prefeito do Rio de Janeiro, já pensando em 2012, e este acordo implica atualizações de alguns programas comuns que a gente leva na prefeitura, ampliação do nosso espaço, e a indicação de um candidato a vice que comporá a chapa de 2012 com o prefeito Eduardo Paes. Nós vamos continuar fazendo estas viagens, outros dirigentes do PT também, pra que, definida a táctica e a políticas de alianças, nós tenhamos todo este final de segundo semestre pra começar a definir o ritmo das escolhas das nossas candidaturas”, informou.

O presidente do PT explicou como vem sendo feita a análise dos cenários municipais pela direção nacional. “Nós temos que ter várias fontes de informação, tem a informação primária que é a conversa com nossos dirigentes, a conversa com os aliados potenciais, o próprio noticiário da mídia, que aponta outras candidaturas de outros partidos também e ao final nós vamos também refinando e atualizando estas informações. A Secretaria de Organização e a Comissão Eleitoral estão com tudo isso, tem um banco de dados. O PT se modernizou e este banco de dados vai sendo atualizado permanentemente”, enfatizou.
Rui Falcão falou ainda sobre o Modo Petista de Governar e a sua importância para a melhoria da qualidade da população brasileira. Confira o trecho sobre o assunto:
“Nós temos procurado debater duas questões, também com vistas à tática eleitoral de 2012, primeiro nós queremos que, nos municípios, mesmo com as prioridades locais, enchente, buraco de rua, escola, saúde, nós queremos dar uma dimensão nacional a essas eleições, ou seja, mostrar quais os efeitos das políticas públicas do governo Lula e da presidenta Dilma no conjunto das cidades e estados do país, e onde há uma sintonia, entre as políticas locais e a politica nacional, a vida melhorou substancialmente. E o modo petista de governar - e nós já temos uma marca nacional nesse sentido - primeiro é um governo para todos, mas que dá prioridade à população mais carente; segundo que leva o serviço público pra onde geralmente o Estado, a prefeitura, nunca chegou, então são as áreas de carência em saúde, em educação, em segurança, em moradia; um terceiro ponto é que são governos democráticos, a marca do modo petista de governar traz em si a participação popular, as consultas, as audiências públicas, o orçamento participativo” então estas são marcas consolidadas do chamado, modo petista de governar, se efetiva nas prefeituras que nós governamos e já governamos, em governos estaduais que nós governamos hoje e também governamos no passado e até outros partidos que procuram ter compatibilidade com este modo petista de governar e são governos que a gente integra como vice, ou que nós apoiamos também nas eleições, porque nós queremos deixar bem nítida esta marca na disputa eleitoral do modo petista de governar e da dimensão nacional da campanha pra fazer este link direto com o governo da presidenta Dilma e com os oito anos do presidente Lula.

Ao final da conversa, o presidente também reforçou a importância do programa Brasil sem Miséria, colocado em prática pelo Governo Dilma. “O Brasil Sem Miséria é um programa importantíssimo que foi lançado este ano pela presidenta Dilma, ele tem como objetivo tirar da miséria extrema 16 milhões de pessoas, a maior parte delas no Nordeste. Ele significa uma ampliação do Bolsa Família, para famílias com até  cinco filhos, com elevação dos valores do Bolsa Família e um mecanismo novo que é chamado de busca ativa, que é o Estado se dirigir às pessoas carentes, em vez de esperar que ela o procurem. Para isso, é fundamental o apoio dos prefeitos e prefeitas, das organizações não governamentais e da própria militância do PT. Então é um programa de interesse nacional, que não terá nenhum tipo de restrição a despeito das dificuldades da crise econômica que o mundo enfrenta e que tem repercussões aqui no nosso país também”, enfatizou. (Redação Portal PT)      
   


| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |    Próxima | Última página

PERFIL

Artur Bruno é professor e deputado federal pelo PT-CE. Atualmente é primeiro vice-presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. Já foi deputado estadual por quatro mandatos consecutivos e vereador de Fortaleza por outros dois. É casado com Natercia Rios e pai de Marina e Mayara.

Site oficial: www.arturbruno.com.br

ARQUIVO

Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Deputado Federal Artur Bruno - PT Ceará
Av. Desembargador Moreira, 2001 Salas 501/502, Dionísio Torres - Fortaleza/CE
Anexo 3 - Gabinete 467 - Brasília/DF

Telefones: (85) 3055-0968 | (61) 32155467
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação do mandato e TEIA DIGITAL