Dilma insiste em lei anti-cartel na Copa e quer que Senado aprove

|| Postado por Newton Albuquerque em 27-06-2011

Ministra das Relações Institucionais diz que governo não vai desistir de aprovar no Senado uma lei de licitações especial para a Copa do Mundo com regra "anti-cartel" que as empreiteiras não aceitam



  
Ministra das Relações Institucionais diz que governo não vai desistir de aprovar no Senado uma lei de licitações especial para a Copa do Mundo com regra "anti-cartel" que as empreiteiras não aceitam. Na véspera, presidente do Senado, José Sarney, que é aliado do governo, havia dito que senadores iriam barrar o dispositivo. Ministra e senador conversaram por telefone. Para governo, debate continua contaminado pela posição das empreiteiras.
André Barrocal

BRASÍLIA – A presidenta Dilma Rousseff não vai desistir de aprovar uma lei de licitações especial para obras da Copa do Mundo com regras que as empreiteiras rejeitam, apesar de o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que é aliado do governo, já ter se posicionado a favor das empresas.
A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse nesta terça-feira (21/06) que o governo quer que o Senado aprove, sem ajustes, o mesmo texto votado pelos deputados. A proposta aprovada na Câmara permite ao setor público fazer um leilão sem revelar às empresas o valor que estima que custe a obra que está sendo licitada.
Segundo Ideli, o mecanismo protege o interesse público, ao estimular a competitividade em uma licitação. “Se eu quero construir uma casa, não vou anunciar quanto estou disposta a pagar”, afirmou.
Esse é o principal argumento oficial em defesa do dispostivo: combater a formação de cartel num leilão. O setor da construção não aceita a regra “em nenhuma hipótese”. Na segunda-feira (21/06), Sarney saiu em defesa das empreiteiras. Disse que os senadores tentariam barrar o dispositivo.
Segundo Carta Maior apurou, Ideli conversou por telefone com Sarney para explicar a posição do governo. O senador teria se mostrado compreensivo.
Para o governo, o debate sobre a lei de licitações especial para a Copa continua distorcido por causa dos interesses contrariados das empreiteiras. O tema tem sido tratado como "sigilo" no orçamento nas obras da Copa. O governo diz que não haveria sigilo, apenas que suas estimativas de custos seriam tornadas públicas após o leilão.

do sítio Carta Maior


| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |    Próxima | Última página

PERFIL

Artur Bruno é professor e deputado federal pelo PT-CE. Atualmente é primeiro vice-presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. Já foi deputado estadual por quatro mandatos consecutivos e vereador de Fortaleza por outros dois. É casado com Natercia Rios e pai de Marina e Mayara.

Site oficial: www.arturbruno.com.br

ARQUIVO

Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Deputado Federal Artur Bruno - PT Ceará
Av. Desembargador Moreira, 2001 Salas 501/502, Dionísio Torres - Fortaleza/CE
Anexo 3 - Gabinete 467 - Brasília/DF

Telefones: (85) 3055-0968 | (61) 32155467
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação do mandato e TEIA DIGITAL