>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

A+   A -

20-06-2014

A #copadascopas

O descontentamento deu lugar ao orgulho de vestir a camisa verde-amarela. A Copa de 2014 no Brasil entrará para a história como uma das mais belas

No dia 19 de junho de 2013, milhares de pessoas ganharam as ruas no entorno da Arena Castelão, durante jogo da seleção brasileira contra o México pela Copa das Confederações. O Brasil inteiro fervia em uma onda de protestos que atingiu todas as regiões. As reivindicações eram muitas e das mais diversas: saúde, educação, mobilidade urbana, reforma política, combate à corrupção e tantas outras. A mídia conservadora duvidou, consequentemente, que o País fosse capaz de promover um evento tão importante como a Copa do Mundo.

De lá para cá muita coisa mudou. O governo deu rápidas respostas ao longo dos 365 dias que se passaram. O Plano Nacional de Educação foi aprovado com a determinação de investir 10% do PIB no ensino público. A presidenta Dilma Rousseff instituiu a Política Nacional de Participação Popular, permitindo que a sociedade interfira nas principais políticas públicas do governo federal. As ampliações e construções de linhas de metrôs, BRTs e VLTs continuam a todo o vapor para melhorar o transporte público das principais capitais. Além disso, aprovamos lei destinando 25% dos royalties do pré-sal para a saúde pública do País.

Essas foram algumas das respostas práticas. Aos poucos, o sentimento de #nãovaitercopa espalhado nas redes sociais foi perdendo força. Logo no início do torneio já foi possível prever que essas melhorias efetivas responderam a alguns desses protestos. As manifestações pacíficas devem continuar. O que é inaceitável é o uso da violência para destruir o patrimônio público ou privado. 

Para nós, menos pessoas foram às ruas em 2014 por considerar que melhorias já são vistas. A capacidade que estamos tendo de promover uma das melhores copas do mundo da história – segundo jornais internacionais renomados – é outro motivo para que os brasileiros fossem contagiados pela alegria do campeonato. Estramos no clima da disputa desportiva.

O descontentamento deu lugar ao orgulho de vestir a camisa verde-amarela. Os que previam um desastre absoluto da Copa no Brasil deram com os burros n’água. A imagem do País diante da imprensa internacional tem sido muito positiva, o que faz disso um importante legado. A hashtag #nãovaitercopa deu lugar à #copadascopas. A Copa de 2014 no Brasil entrará para a história como uma das mais belas. O povo brasileiro merece esse mérito.

 

Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL