>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

A+   A -

30-05-2014

Combate à violência

A sociedade precisa ficar atenta, em época de eleição, a promessas milagrosas para o combate à violência urbana

O Mapa da Violência 2002-2012, divulgado nesta semana pelo Ministério da Saúde, apresentou-nos preocupantes números. Em dez anos, a taxa de assassinato cresceu 136% no Ceará. Reverter esse cenário é um trabalho árduo, mas deve ser iniciado o quanto antes para que pessoas sejam poupadas desta onda de violência urbana. De acordo com o Banco Mundial, a criminalidade tem custado 7,5% do Produto Interno Bruto brasileiro (PIB).

Uma das esperanças para começar a modificar essa realidade não só no Ceará, mas também em todo o País, é a aprovação do projeto que institui o Sistema Único de Segurança Pública (Susp). O objetivo é fazer com que as forças da União, dos estados e dos municípios se integrem e ajam de forma conjunta para combater a criminalidade. Temos aí uma grande responsabilidade de relatar esta matéria tão urgente.

Sabemos que investir somente em ações repressivas não trará os resultados esperados. É preciso direcionar recursos para a prevenção. A Polícia Civil tem de ter melhor estrutura para dar cabo às investigações. Apenas 10% dos crimes são apurados, havendo punição em apenas 1% dos casos. De cada 10 inquéritos, sete são arquivados por erros no inquérito. O Judiciário precisa ser mais ágil para dar sentenças e garantir o cumprimento das penalidades.

É urgente colocar um fim nas organizações que traficam drogas. Para isso, o setor de inteligência é fundamental. Há também outras estratégias sociais que ajudam nesse combate, como as escolas em tempo integral. Além das aulas regulares, os alunos têm, no contraturno, atividades relacionadas às artes e esportivas. Tem ganhado força também – principalmente no Ceará – o modelo de escola em tempo integral aliada ao ensino técnico, gerando boas oportunidades para os futuros profissionais no mercado de trabalho.

A sociedade precisa ficar atenta, em época de eleição, a promessas milagrosas para o combate à violência urbana. Já tem pré-candidato defendendo a criação de um ministério para tratar da segurança pública. Não é relevante. O Ministério da Justiça tem uma secretaria específica para a área.

Além de cobrar do Poder Público, cada cidadão pode ajudar no combate à criminalidade. Precisamos reforçar, em nossos círculos de convivência, a importância de reduzir o consumismo desenfreado dos tempos de hoje. Nunca é demais insistir na importância dos direitos humanos, ocupar as ruas da nossa cidade e praticar atos de gentileza. Juntando todos esses fatores, teremos uma sociedade mais civilizada e, portanto, mais segura.

Fonte: jornal O Estado - 30/05/2014

 

Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL