>>


Receba as notícias do mandato por e-mail Cadastro
Cadastro
Ver como é o informativo

E-mail obrigatório.
Digite seu e-mail.


Sair da lista




Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

A+   A -

02-05-2014

As lutas dos trabalhadores

O Dia do Trabalhador vem para nos lembrar que há ainda muitos direitos trabalhistas a serem conquistados e diversos problemas a serem sanados

O 1º de Maio sempre é uma data simbólica para nós que militamos pelas causas dos trabalhadores. Os últimos 11 anos dos governos de Lula e Dilma Rousseff trouxeram muitos avanços, principalmente para a classe trabalhadora. Políticas públicas voltadas para a formação de mão de obra (como o Pronatec, por exemplo) têm dado novas esperanças aos trabalhadores que batalham para conquistar vagas mais qualificadas no mercado de trabalho.

O crescimento real do salário mínimo e o consequente aumento do poder de compra dos brasileiros – além do importante auxílio dos programas de distribuição de renda – fomentaram o mercado interno e colocaram nosso País entre as mais poderosas economias estáveis do mundo. O cumprimento da meta de inflação – entre 4,5% e 6,5% ao ano – tem ajudado também nessa estabilidade.

O trabalhador só tem a ganhar com esse cenário econômico favorável. Entretanto, são muitas as bandeiras a serem conquistadas. A cada ano, o Dia do Trabalhador vem para nos lembrar que há ainda muitos direitos trabalhistas a serem conquistados e diversos problemas a serem sanados no dia a dia do trabalhador brasileiro.

Para isso, a Central Única do Trabalhador (CUT) promoveu importantes atos no Ceará para reforçar essas lutas. Na última segunda-feira, houve uma audiência pública para defender as bandeiras de lutas dos trabalhadores. Na quarta-feira, caminhada pelo Centro de Fortaleza pediu a importância da reforma agrária, educação de qualidade, reforma política, trabalho decente redução da carga horária de trabalho de 44 para 40 horas semanais e repúdio à Ditadura Militar. Ontem, uma carreata reforçou as reivindicações. Atividades similares ocorreram em municípios do Interior.

No Congresso Nacional, estamos cumprindo nosso papel ao intermediar negociações e apresentar propostas que trazem benefícios à classe trabalhadora. Como exemplo, temos lutado para derrubar o Projeto de Lei 4330 que vai regulamentar as terceirizações no País, o que vai aumentar de forma significativa terceirizados trabalhando de forma precária. Projeto de nossa autoria que tramita na Câmara dos Deputados combate o assédio moral ao proibir que empresas tornem público metas a serem cumpridas por funcionários, além de impecobrança de produtividade via mensagem de texto para telefone particular.

A luta para a melhoria de condições de trabalho tem de ser diária. Toda a sociedade tem de estar mobilizada, não apenas os movimentos sociais e sindicatos. Trabalho digno é condição imprescindível para se ter uma boa qualidade de vida. É o que queremos para cada cidadão e cidadã.

Fonte: O Estado - 02/05/2014

 

Imprimir Enviar para um amigo Indicar erro

 


Deputado Estadual Artur Bruno

1998 - 2017. Artur Bruno - Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA)
SEMA - Rua Osvaldo Cruz, 2366.
Cep: 60.125-151 - Dionísio Torres, Fortaleza/CE

Telefones: (85) 3101.1234
Fax: (85) 3101.1234
e-mail: arturbruno@arturbruno.com.br

Site produzido e atualizado pela assessoria de comunicação e TEIA DIGITAL